Faxina perfeita! 8 dicas para limpar a casa no fim do ano

poradmin

Faxina perfeita! 8 dicas para limpar a casa no fim do ano

Faxina perfeita! 8 dicas para limpar a casa no fim do ano, Ingrid Lisboa e Rafaela Oliveira, personal organizers, dão dicas de como deixar a casa limpa após as festas de Natal e Ano Novo

Final de ano é sinônimo de festas. Para ajudá-la a deixar a casa arrumada após as comemorações de Natal e Réveillon, conversamos com duas personal organizers e pedimos que elas nos dessem dicas de como limpar e organizar a casa após esse período. A lista contém oito dicas de Ingrid Lisboa e Rafaela Oliveira, do Organize sem frescura.

Jogue a preguiça de lado e se esforce para não deixar a pia mal-cheirosa. “Por questões de higiene, sugiro algumas coisas: não deixar para o dia seguinte a lavagem de recipientes com comida que possa exalar cheiro forte depois de algumas horas, como bacalhau”, sugere a personal organizer Ingrid Lisboa. “Para não acumular tarefas, a medida que for cozinhando, já vá lavando o que sujar. Assim, a cozinha se manterá em ordem e você gastará muito menos tempo lavando a louça pós festa”, sugere Rafaela Oliveira, do Organize sem frescura.

Dica  2: Não lavarás taças de cristal de madrugada

Evite começar o ano tendo que comprar taças de vidro para repor… “A limpeza e a lavagem de itens delicados e sensíveis devem ser feitas com paciência e concentração para evitar danos”, diz Ingrid. Isso significa que não é uma boa ideia lavar taças de cristal durante a madrugada, depois da ceia e do cansaço da festa.

Dica 3: Retirarás as manchas de vinho do tapete

Outra tarefa que deve ser feita no dia da festa (e não no outro dia) é a retirada de manchas de tecidos, guardanapos, sofás etc. “Quanto mais tempo as manchas ficarem no tecido, mais difícil é para retirá-las”, diz Ingrid.

Dica 4: Não guardarás alimentos na geladeira pela eternidade

“Muitos dos alimentos que sobraram da ceia podem ser guardados na geladeira e consumidos em até dois dias (massas como lasanha ou nhoque, farofas, sobremesas) e alguns podem ser congelados (especialmente as carnes, frango e peru). Alguns alimentos, porém, ficam com o sabor bastante comprometido e por isso devem ser consumidos no dia do preparo, como frutos do mar e preparações com batatas”, diz a personal organizer Ingrid Lisboa. Rafaela Oliveira dá uma dica semelhante e conta sua experiência: “É melhor descartar alimentos que contenham maionese com ovo cru. Eu descarto qualquer alimento que contenha ovos, até mesmo cozidos.”

Dica 5: Não cozinharás sem se planejar

Se você não quiser deixar os alimentos na geladeira ou não gostar de congelar, a dica é se planejar e cozinhar a quantidade de comida condizente com a de convidados. “Uma dica que eu dou para evitar o desperdício é planejar para que na ceia não sobre alimentos. É muito importante calcular a quantidade de comida corretamente de acordo com o número de convidados, e assim não sobrar”, sugere Rafaela Oliveira, do Organize sem frescura.

Dica 6: Não limparás a casa inteira de uma vez

Segundo profissionais especializados em organização, um dos principais erros na hora de deixar a casa em ordem é tentar arrumar tudo de uma só vez. Calcula-se que, quando se tenta arrumar tudo de uma vez só, gaste-se 30% a mais de tempo. “Quando se tem toda a casa para arrumar, o ideal é organizar e limpar inteiramente um cômodo de cada vez, do começo ao fim. Por exemplo, focar na cozinha e lavar louça, limpar fogão, secar/guardar louça, varrer e passar pano no chão, colocar panos para lavar”, indica Ingrid Lisboa.

Dica 7: Não deixarás alimentos expostos

Nada de esquecer alimento na casa ou deixa-los expostos após a ceia – além de ser anti-higiênico, é o primeiro passo para não aproveitá-los.

Dica 8: Não desperdiçarás objetos que podem ser usados na decoração

Muitas velas e enfeites podem ser reaproveitados no ano seguinte para decorar a casa. “Se a pessoa quiser, dá até para aproveitar latas de alimentos e transformá-las em lindos vasos de flores, porta canetas ou organizadores para quarto de crianças (encape as latas com as sobras de papel de presente ou papel adesivo)”, sugere Rafaela Oliveira, do Organize sem frescura.

 

Fonte: Casa.com.br

poradmin

Películas de controle solar garantem segurança e beleza

Películas de controle solar garantem segurança e beleza, você já deve ter olhado para o céu das grandes cidades e pensado como são bonitos e imponentes os prédios modernos.

Boa parte dessa beleza se dá em função das películas de controle solar, mais conhecidas como insulfilme. Arquitetos e engenheiros sempre indicam o uso deste produto por causa das vantagens como segurança, saúde, economia e conforto. Os vidros com esta película não estão presentes somente nos grandes edifícios, mas também em carros, casas e escritórios dos mais variados portes.

A eficiência energética é outro aspecto que faz com que cada vez mais essas películas de revestimento ganhem espaço. Tecnicamente, as películas de controle solar também são conhecidas pelos nomes de filme, window film em inglês, ou ainda, pela marca Insulfilm. Elas retêm boa parte dos raios solares sem alterar a estética das fachadas. Pelo contrário, coloridas ou não, elas melhoram o aspecto visual das construções. O avanço de sua utilização no mercado é graças ao avanço do conceito de sustentabilidade em toda a sociedade, mas fortemente na área da construção civil.

Investimento que vale a pena

Em uma época em que há escassez de água e, consequentemente, de energia elétrica, o investimento em películas de controle solar mais do que se justificam. Ao aplicar este material, diminui-se o uso do ar condicionado, por exemplo. Uma grande vantagem, principalmente durante o verão, que está cada vez está mais longo e intenso no Brasil. A redução na conta de luz é uma consequência natural.

Essas películas são filmes dispostos em multicamadas. É isso que garante diferenças de temperaturas de até 11 graus centígrados quando feita a comparação entre espaços com películas e sem películas. Um de seus principais componentes é o poliéster, que possui uma fibra artificial sintética, derivada do petróleo e obtida através de um processo químico. É esse poliéster que tem as propriedades que contribuem com resistência, baixo nível de encolhimento, secagem rápida e baixa propagação de chamas.

As películas de controle solar evitam também o chamado efeito ‘espelho’, característico dos vidros refletivos e se tornam ideais para fachadas de prédios e residências com vista panorâmica.

As películas de controle solar são, ainda, decorativas e valorizam os ambientes propiciando privacidade. Elas não estragam os vidros podendo ser retiradas sempre que for necessário sem causar danos. Porém, quando for preciso substituir total ou parcialmente as películas, o certo é que isso seja feito por profissionais treinados e capacitados.

Veja todos os benefícios das películas de controle solar:

 • Regulagem da temperatura:

Elas têm propriedades térmicas. Além de filtrar os espectros prejudiciais do sol, regulam as temperaturas dos ambientes, mantendo-as agradáveis tanto no verão, quanto no inverno. O insulfilme promove todo este conforto porque pesquisas indicam que ele diminui em 75% a penetração dos raios solares;

• Redução da luminosidade:

Em locais onde é necessário menos iluminação, como salas com computadores, microfilmagem e as salas de TV das moradias, a colocação do insulfilme é fundamental;

• Redução da descoloração:

Ao ficarem expostos à luz sem filtro, móveis e outros objetos acabam ficando descoloridos. Com a utilização das películas de controle solar, é possível reter em até 99% a incidência dos raios ultravioleta, que descolorem também as pinturas e os materiais sintéticos;

• Redução dos gastos com ar condicionado:

Os condicionadores de ar têm seu rendimento aumentado após a aplicação da película nos vidros. Melhora a refrigeração e resulta em economia para os usuários. Há situações, inclusive, em que o uso do ar condicionado se faz desnecessário;

• Maior segurança:

As películas de controle solar transformam os vidros comuns e temperados, que reduzindo o estilhaço dos cacos. Podem ser aplicadas em escolas, shoppings e lugares com grande risco de ter seus vidros quebrados, machucando as pessoas. O mercado oferece vários níveis de películas de controle solar, que podem medir a espessura de 100 micros até 400 micros, para segurança patrimonial e pessoal.

• Benefícios à saúde:

Retém em 99,9% os raios ultravioletas, causadores de câncer de pele, do envelhecimento precoce e das transformações celulares. Garante 93% de retenção dos raios infravermelhos (IR).

• Privacidade:

Os vidros mais escuras fazem com que o ambiente externo seja visto. Porém, quem está fora não consegue enxergar o ambiente interno;

• Custos menores:

Em caso de necessidade de uma decoração mais elaborada, com vidros coloridos e/ou espelhados, os custos de aplicação de uma película são menores do que se você optar por vidros especiais;

• Redução da poluição sonora:

Como já dissemos, a película de controle solar é feita de poliéster, que é uma substância isolante sonora capaz de reduzir em até 30% o barulho externo. Assim você poderá dormir sossegado à noite e ficar bem mais concentrado nas suas atividades durante o dia.

Produtos específicos para cada projeto

As principais empresas que comercializam insulfilme no Brasil se preocupam em agregar valor e benefícios às obras e, por isso, treinam e capacitam profissionais para que esses saibam orientar sobre a melhor especificação do produto para cada projeto e sobre os cuidados, manuseio e aplicação. Quanto ao cuidado, limpeza e manutenção, a recomendação dos fabricantes é usar sabão neutro e pano macio.

São vários os tipos e marcas de vidros disponíveis no mercado. Eles podem ser fumês, bronze, prata, douradas, verdes, vermelhas, amarelas e outras cores. São transparentes, semi-refletiva e não refletiva.

 

Fonte: Isulfilme.com

 

Películas de controle solar garantem segurança e beleza, Películas de controle solar garantem segurança e beleza, Películas de controle solar garantem segurança e beleza, Películas de controle solar garantem segurança e beleza, Películas de controle solar garantem segurança e beleza, Películas de controle solar garantem segurança e beleza

poradmin

Saiba como decorar suas janelas para o final de ano

Saiba como decorar suas janelas para o final de ano; Seja nos vidros ou nos peitoris, elas são o recanto ideal para colocar belos e criativos enfeites natalinos; confira sugestões para decorar a sua casa.

Janela natalina: montar a árvore de Natal diretamente em frente a uma janela é uma forma simples de adicionar um pouco de charme à janela, tanto para quem observa do interior ou para quem passa lá fora.

Janela com guirlandas: ao contrário do que se pensa, as guirlandas não servem apenas para enfeitar as portas, também são perfeitas para decorar janelas! Se tiver várias janelas seguidas, pendure uma guirlanda em cada uma delas. O efeito será dupla ou triplamente deslumbrante.

Janela iluminada: Natal é sinônimo de luz, por isso, enfeite as janelas com mangueiras de luzes.Outra alternativa é adornar as janelas com velas e arranjos natalinos.

Janela festiva: aproveite o varão das cortinas para pendurar enfeites como fitas e bolas, ou ramos de pinheiro e azevinho; se a janela não tem cortinas, pendure uma fita de um lado a outro, utilizando-a para exibir os postais de Natal.

Janela tradicional: aproveite o peitoril da janela para exibir o seu presépio ou crie uma pequena vila de Natal, com casinhas iluminadas, figuras natalinas e um manto de algodão branco para criar um efeito de neve. Para um ambiente ainda mais encantador, coloque duas velas para iluminar o seu cenário.

Janela de recordações: ao longo dos anos, são muitos os enfeites e peças que se colecionam e nem sempre é possível usá-las todas na decoração da época. Mas o peitoril de uma janela é o local perfeito para exibir uma coleção de objetos de Natal como bonecos de neve, pratos, papais noéis ou anjinhos.

Janela de ofertas: inove e utilize a janela situada junto à árvore de Natal para dispor, de forma apelativa e original, alguns dos presentes de Natal. Como no Brasil tradicionalmente não se usam lareiras na maioria das casas, outra ideia é usar uma janela para pendurar as famosas meias de Natal. ((Fonte: Eu Decoro)

Você deve Gostar de: Tipos de Películas para as janelas da sua casa

Saiba como decorar suas janelas para o final de ano, Saiba como decorar suas janelas para o final de ano, Saiba como decorar suas janelas para o final de ano, Saiba como decorar suas janelas para o final de ano, Saiba como decorar suas janelas para o final de ano

poradmin

Os produtos com os maiores descontos na Black Friday

Pesquisa mostra as categorias que tiveram as maiores promoções em 2016. Veja como aproveitar a Black Friday sem destruir o orçamento

São Paulo – A tentação é grande para aproveitar as promoções da Black Friday, que acontece no dia 24 de novembro. Por isso, planejamento é essencial controlar os impulsos e evitar que as compras se transformem em um pesadelo para o orçamento no futuro.

Pensando nisso, EXAME.com mostra a seguir as dez categorias de produtos que tiveram a maior média de desconto em 2016, elaborada pelo site comparador de preços Zoom. Nada garante que essa lista vai se repetir este ano, mas ela pode servir de base para planejar as compras.

Produto Desconto médio (%)
1. Top e camisete 68
2. Ferragem 61
3. Saia esportiva 50
4. Bracelete 50
5. Meia infantil 41
6. Roupa esportiva 41
7. Máquina de sorvete 38
8. Batedor 32
9. Corretivo facial 25
10. Pen drive 24

Em geral, os produtos mais procurados não são os que têm as maiores ofertas. Por isso, confira a seguir o desconto médio dos produtos mais buscados em 2016, para avaliar se vale a pena comprar aquele smartphone ou TV em promoção:

Produto Desconto médio (%)
1. Celular e smartphone 9
2. TV 9
3. Notebook 9
4. Geladeira 9
5. Console de video game 8
6. Lavadoura de roupa 9
7. Tênis 12
8. Fogão 6
9. Sofá 2
10. Livro 19

Como se planejar

Antes de encarar a Black Friday, organize seu orçamento. Faça as contas de todas as dívidas que já possui e dos gastos planejados para os próximos meses, como viagem de férias, matrícula e material escolar, IPVA, IPTU e seguro do carro.

“Nem sempre o preço acessível cabe no orçamento. Olhe para o futuro para saber se é possível comprar nesse momento, para não se endividar lá na frente”, orienta a gerente do Serasa Consumidor, Carolina Aragão.

Depois, faça uma lista de todos os produtos que gostaria de comprar, pesquise preços e estabeleça limites de valores que cabem no orçamento.

Sites comparadores de preços como o Zoom, o Buscapé e o Bondfaro oferecem ferramentas para monitorar o histórico dos valores dos produtos. Assim, dá para saber se a empresa aumentou o preço nos dias anteriores à Black Friday e maquiou o desconto.

“Só faz sentido apertar um pouco o orçamento para comprar algo que vale a pena de verdade”, ensina Carolina.

No dia da Black Friday, para identificar se a compra é por impulso, se pergunte desde quando você deseja aquele item. A Black Friday está chegando! A Tray mostra como preparar seu e-commerce. Patrocinado 

“Reflita se aquele produto vai trazer bem estar e se faz sentido na sua realidade. Se não tiver certeza, amadureça sua vontade e não compre no calor do momento. O mundo não vai acabar na Black Friday e vão surgir novas oportunidades”, aconselha o planejador financeiro Jaques Cohen, certificado pela Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar).

Se tiver que parcelar a compra, escolha o menor número de parcelas possível para não se atrapalhar com as contas no futuro. Não esqueça de incluir o valor da parcela no seu planejamento de orçamento mensal.

 

Uma matéria idealizada por: Revista Exame

poradmin

Como limpar os vidros com segurança e sem deixar manchas

Como Limpar os Vidros Sem Deixar Manchas
Com a chegada do verão é hora de abrir as cortinas e deixar o sol entrar. Nessa hora que notamos a importância de se manter os vidros da casa limpos para que a aparência seja adequada.

Limpeza de vidros
Para muitas pessoas essa tarefa pode ser uma das mais complicadas, mas se usarmos os produtos certos e a forma correta de se limpar, o resultado será excelente e o serviço rápido.

Antes de limpar os vidros é necessário que as janelas sejam limpas. A dica é usar um pincel de cerdas largas entre as frestas da janela para eliminar o pó. Se quiser um resultado mais rápido, aspire às superfícies, principalmente os cantos.

Produtos para Limpar Vidro
Após esse procedimento, chegou à vez dos vidros. Nem sempre os produtos que encontramos no mercado são a melhor opção, é comum produtos limpa-vidro deixarem manchas. Às vezes vale a pena investir em soluções mais simples e econômicas utilizando misturas caseiras.

Produtos limpa-vidro
Você sabia que uma solução de 5 litros de água para 1 colher de sopa de vinagre pode eliminar as manchas e sujeiras dos vidros?

Caso prefira outras opções, troque o vinagre por um detergente neutro ou 1 colher de sopa de álcool. Aplique sua solução de escolha uma esponja de lado macio, passe sobre o vidro escolhido, enxague e seque.

É absolutamente importante a secagem do vidro para eliminar as manchas, isso pode ser feito com um pano úmido e depois um pano completamente seco.

Misturas Caseiras para Limpeza de Vidros
Aqui vão mais misturinhas muito comuns usadas para limpar vidros, lembrando que o vinagre é maravilhoso, pois além e limpar bem ele também elimina possíveis mofos, colaborando para a saúde da sua casa.

Como limpar vidros
Separei aqui uma lista de ideias legais que podem ser usadas na limpeza de seus vidros:

Produto natural – Misture 300ml de álcool 70 e 300ml de água filtrada com uma colher de sopa de vinagre branco. Aplique sobre a região e seque bem no final;

Vinagre branco – Se a superfície tem uma mancha que persiste em se manter após a limpeza simples, utilize uma esponja macia mergulhada em vinagre branco. Após remover a mancha, passe água e sabão e seque bem;

Água quente – Se a mancha for de gordura, uma ótima dica é usar água quente com sabão neutro. Aplique sobre a superfície e terá resultados incríveis.

Para quem possui vidros especiais e espelhos, o procedimento é o mesmo. Uma dica especial para quem possui vidros de janela ou Box com Blindex, é usar cera automotiva logo após a limpeza básica.

Essa cera mantem a superfície mais limpa durante 3 meses e irá criar uma película protetora que irá impedir que as manchas fiquem no vidro.

Dicas Importantes de Empresas Especializadas em Limpeza de Vidros
Os especialistas mostram que, para manter a limpeza sempre profunda, o ideal é que diariamente os vidros recebam a solução escolhida. Esse procedimento diário facilitará a manutenção do vidro, além de não exigir um trabalho tão pesado cada vez que for realizado.

Limpar vidros e janelas
Eles alertam também que em qualquer limpeza, o importante é ter um pano que não solte fiapos ou fios, pois isso irá prejudicar o serviço e aumentar o tempo de trabalho. Também, para aqueles que usam o jornal como uma boa ideia para tirar manchas, lembre-se que após ser misturado com qualquer solução liquida, a tinta do jornal será liberada e suas mãos ficarão sujas.

É importante saber como limpar vidros corretamente, mesmo que não seja você que vai limpar, sabendo como fazer você irá direcionar sua diarista, por exemplo. Vai parar de comprar aquele produto que mancha e optar por soluções mais práticas e econômicas.

Cuidado ao Limpar sua Janela
Se você mora em casa térrea e você não precisa de escada para limpar o vidro, ok. Mas, esse alerta vai para quem mora em apartamento ou mora em sobrados e que se arriscam para fazer a limpeza, ou que permitem que a diarista se arrisque – porque se a sua diarista cair e se machucar é sua a responsabilidade!

Cuidado ao limpar vidro
Se as suas janelas são difíceis de acessar para fazer a limpeza, se você mora em apartamento, por exemplo, com fachada de vidro e a limpeza é complicada, converse com seu síndico e com o conselho do seu prédio para contratar uma empresa especializada em limpeza de vidros para a área externa. Pois, eles têm equipamento de segurança e podem fazer o trabalho minimizando os riscos.

 

Uma matéria muito bem idealizada por: Arquidicas

poradmin

O que é Película de Proteção Solar?

Se falarmos sobre película de Proteção Solar você provavelmente irá se perguntar se este é um novo produto no mercado, mas se falarmos de Insulfilm você, com certeza, saberá do que se trata. Mas é preciso ter cuidado na hora de equipar o carro com as películas para evitar os indesejáveis raios do sol.

O que muita gente ainda não sabe é que a película de proteção solar também pode ser usada em edifícios residências e até fachadas e serve essencialmente para diminuir a claridade provocada pelo excesso de luz solar, assim como o calor provocado pelos raios em um ambiente.

Vantagens do Uso da Película de Proteção Solar:

Responsável por filtrar 99% dos raios ultravioletas à película é muito usada em janelas de escritórios e carros de passeio, fazendo assim como que os benefícios para a saúde e para a pele sejam uma das muitas vantagens do objeto.

Muitos motoristas também fazem uso da película de proteção por motivos de segurança, como elas costumam deixar os vidros mais escuros dificultam a visibilidade das pessoas que estão na rua.

Com isso, muita gente acredita que os assaltantes que procuram pessoas desprevenidas e com pertences à mostra se sentem inibidos ao tentar abordar um carro no qual eles não conseguem ter certeza de quantos passageiros estão nos veículos e se eles são homens ou mulheres.

No carro a película de proteção solar ainda melhora a capacidade do ar condicionado, isso porque ela consegue filtrar até 79% do calor, fazendo com que o ambiente não esquente tanto, potencializando dessa maneira o ar condicionado do veículo.

Ela também preserva os bancos e painéis dos automóveis já que evita que eles desbotem ou desgastem pelo excesso de exposição de luz solar.

Já para quem opta por aplicar a película nos vidros do escritório, apartamento ou casa a economia pode ser vista na conta de luz. Como permite que a claridade externa invada o ambiente, a película pode proporcionar uma economia de 20 a 25% da conta de luz no final do mês.

De Olho na Legislação Brasileira:

Mesmo usada para garantir mais conforto, proteção e segurança para as pessoas, a película de proteção solar não pode ser usada de qualquer maneira. De acordo com o CONTRAN elas só podem ser utilizadas se algumas regras forem seguidas: quando aplicadas no vidro traseiro ou nas laterais traseiras do carro sua transparência deve ser no mínimo de 28%.

Para quem for usar a película nos vidros do motorista e passageiro a transparência deve ser 70% ou superior. Já quem escolher usar o insulfim no para-brisa o valor de transparência deve ser igual ou superior a 75%.

De acordo com a legislação de trânsito brasileira se o motorista for flagrado utilizando películas fora do padrão ele receberá uma multa de 5 pontos na carteira, uma multa de mais de 120 reais e ainda terá o carro apreendido até que a situação seja regularizada.

Por isso fique atento na hora de aplicar a película de proteção solar em seu automóvel, busque empresas sérias e que trabalhem com fabricantes conhecidas no mercado e verifique que a película tenha o índice de transmissão luminosa gravada, evitando assim irregularidades.

 

Fonte: HK Sound

poradmin

PROTEÇÃO SOLAR DE FACHADAS: BRISE, VIDRO E FACHADA DUPLA

Um problema muito comum no Brasil, especialmente durante o verão, é o superaquecimento dos ambientes devido à incidência de sol, principalmente nas fachadas voltadas para o oeste. Algumas casas se tornam verdadeiros fornos e causam um desconforto muito grande que perdura até o momento em que o aparelho de ar condicionado consiga fazer o seu trabalho com eficiência.

Ar condicionado resolve?

Até que sim, mas o custo vale a pena?

Para responder essa pergunta, temos que ter em mente que o custo da dependência do aparelho de ar condicionado não se limita apenas à conta de energia. Temos que considerar, pelo menos, as seguintes vertentes:

  • O custo com o consumo de energia;
  • O desconforto térmico até que o ambiente seja devidamente refrigerado;
  • O enclausuramento do ambiente e a perda da ventilação natural (as portas e janelas devem permanecer fechadas).
  • O custo ambiental relativo à produção da energia consumida.

Logo, a resposta vai ser muito particular para cada caso, pois cada item citado pode ter uma relevância maior ou menor para cada pessoa.

De toda maneira, sem nenhuma dúvida, é muito mais agradável, prático e econômico um ambiente onde não somos obrigados a sobreviver com a ajuda de aparelhos. Se você conta com um bom arquiteto para o seu projeto, certamente ele lançará mão de uma série de recursos para que a edificação não sofra com esse problema. Em casos críticos, especialmente em obras de grande porte, devemos recorrer à consultaria de profissionais especializados em conforto ambiental e ou arquitetura bioclimática.

Então, o que fazer quando temos uma fachada que sofre com a alta incidência de radiação solar ?

Como dissemos no post Vai comprar um terreno? 07 passos para você não errar , a maior parte dos problemas relacionados à posição em relação ao sol são resolvidos no santo e abençoado Projeto de Arquitetura. Durante a elaboração do projeto, podemos (e devemos)analisar quais as melhores medidas para garantir o conforto ambiental, buscando sempre a melhor relação Desempenho x Orçamento x Partido Arquitetônico.

A primeira coisa a se pensar é utilizar um isolante térmico nas paredes que recebem diretamente a luz do sol e existem no mercado vários materiais diferentes para isso, mas esse controle pode ser obtido também utilizando elementos arquitetônicos. Enfim, vejamos algumas opções.

Brise-soleil

Brise-soleil (a pronúncia é algo próximo de “brriz soléie”) é nada mais do que um quebra-sol. Feito em concreto armado, aço, alumínio ou madeira, podendo ser vertical ou horizontal, fixo ou móvel, esse elemento arquitetônico se posiciona junto às janelas, funcionando como a aba de um chapéu. Ele recebe a a luz solar e projeta sombra na fachada.

O brise-soleil foi um elemento largamente utilizado pelos arquitetos modernistas e segue presente, principalmente,  na arquitetura chamada “contemporânea”.

Vidro de Controle Solar

O vidro tem sido a sensação do momento entre arquitetos e clientes, mas a sua aplicação em grande panos com alta incidência de sol, exige uma atenção especial.

? O vidro para fachadas, coberturas, pisos e guarda-corpos deve ser sempre de segurança e a sua especificação deve atender às normas técnicas da ABNT.

A indústria tem desenvolvido novos tipos de vidro, sempre buscando um material que reflita o calor sem prejudicar a luminosidade natural, ou seja, vidros que deixem passar a luz do sol, mas que bloqueiem a passagem do calor. Hoje, o principal tipo de vidro com essas características é o vidro refletivo de controle solar.

Os vidros refletivos são uma grande gama de produtos onde a transparência à luz natural e o bloqueio ao calor são definidos e ajustados no seu processo de tratamento.

O vidro refletivo de baixa seletividade, comumente chamado de “vidro espelhado“, é um vidro float (vidro comum) que recebe uma camada metalizada em uma das faces. Essa camada metalizada irá refletir quase que totalmente a luz, como um espelho,  para o lado onde houver mais luz, ou seja, sua face reflexiva será a externa durante o dia e a interna durante a noite. O efeito espelhado tem um desempenho muito alto quanto ao bloqueio do calor, porém também não permite a passagem da luz. Geralmente é mais utilizado em edificações comerciais, principalmente em edifícios corporativos, e não é o vidro mais querido para residências.

O outro extremo é o chamado vidro de alta seletividade, que é um vidro cujo tratamento químico lhe permite um alto desempenho tanto em relação ao bloqueio do calor, quanto na passagem de luz natural. Este tipo de vidro permite o melhor conforto térmico sem que se perca a transparência e neutralidade do vidro.

Para um desempenho ainda melhor (obviamente aumentando o custo) pode-se utilizar o sistema de vidro insulado, ou “vidro duplo”, que conta com duas folhas de vidro com uma camada de ar desidratado entre elas. Com esse sistema é possível combinar tipos diferentes de vidro, aproveitando as vantagens de cada um, além de tirar proveito da camada interna de ar, que funciona muito bem no isolamento tanto térmico quanto acústico.

Para obras mais econômicas, uma opção é a utilização de vidros verdes. Eles bloqueiam parcialmente a passagem do calor sem muita perda na luminosidade. Não tem o mesmo desempenho que o um vidro de alta seletividade, mas apresentam uma boa relação custo x benefício.

Um problema muito comum no Brasil, especialmente durante o verão, é o superaquecimento dos ambientes devido à incidência de sol, principalmente nas fachadas voltadas para o oeste. Algumas casas se tornam verdadeiros fornos e causam um desconforto muito grande que perdura até o momento em que o aparelho de ar condicionado consiga fazer o seu trabalho com eficiência.

Ar condicionado resolve?

Até que sim, mas o custo vale a pena?

Para responder essa pergunta, temos que ter em mente que o custo da dependência do aparelho de ar condicionado não se limita apenas à conta de energia. Temos que considerar, pelo menos, as seguintes vertentes:

  • O custo com o consumo de energia;
  • O desconforto térmico até que o ambiente seja devidamente refrigerado;
  • O enclausuramento do ambiente e a perda da ventilação natural (as portas e janelas devem permanecer fechadas).
  • O custo ambiental relativo à produção da energia consumida.

Logo, a resposta vai ser muito particular para cada caso, pois cada item citado pode ter uma relevância maior ou menor para cada pessoa.

De toda maneira, sem nenhuma dúvida, é muito mais agradável, prático e econômico um ambiente onde não somos obrigados a sobreviver com a ajuda de aparelhos. Se você conta com um bom arquiteto para o seu projeto, certamente ele lançará mão de uma série de recursos para que a edificação não sofra com esse problema. Em casos críticos, especialmente em obras de grande porte, devemos recorrer à consultaria de profissionais especializados em conforto ambiental e ou arquitetura bioclimática.

Então, o que fazer quando temos uma fachada que sofre com a alta incidência de radiação solar ?

Como dissemos no post Vai comprar um terreno? 07 passos para você não errar , a maior parte dos problemas relacionados à posição em relação ao sol são resolvidos no santo e abençoado Projeto de Arquitetura. Durante a elaboração do projeto, podemos (e devemos)analisar quais as melhores medidas para garantir o conforto ambiental, buscando sempre a melhor relação Desempenho x Orçamento x Partido Arquitetônico.

A primeira coisa a se pensar é utilizar um isolante térmico nas paredes que recebem diretamente a luz do sol e existem no mercado vários materiais diferentes para isso, mas esse controle pode ser obtido também utilizando elementos arquitetônicos. Enfim, vejamos algumas opções.

Brise-soleil

Brise-soleil (a pronúncia é algo próximo de “brriz soléie”) é nada mais do que um quebra-sol. Feito em concreto armado, aço, alumínio ou madeira, podendo ser vertical ou horizontal, fixo ou móvel, esse elemento arquitetônico se posiciona junto às janelas, funcionando como a aba de um chapéu. Ele recebe a a luz solar e projeta sombra na fachada.

O brise-soleil foi um elemento largamente utilizado pelos arquitetos modernistas e segue presente, principalmente,  na arquitetura chamada “contemporânea”.

Vidro de Controle Solar

O vidro tem sido a sensação do momento entre arquitetos e clientes, mas a sua aplicação em grande panos com alta incidência de sol, exige uma atenção especial.

? O vidro para fachadas, coberturas, pisos e guarda-corpos deve ser sempre de segurança e a sua especificação deve atender às normas técnicas da ABNT.

A indústria tem desenvolvido novos tipos de vidro, sempre buscando um material que reflita o calor sem prejudicar a luminosidade natural, ou seja, vidros que deixem passar a luz do sol, mas que bloqueiem a passagem do calor. Hoje, o principal tipo de vidro com essas características é o vidro refletivo de controle solar.

Os vidros refletivos são uma grande gama de produtos onde a transparência à luz natural e o bloqueio ao calor são definidos e ajustados no seu processo de tratamento.

O vidro refletivo de baixa seletividade, comumente chamado de “vidro espelhado“, é um vidro float (vidro comum) que recebe uma camada metalizada em uma das faces. Essa camada metalizada irá refletir quase que totalmente a luz, como um espelho,  para o lado onde houver mais luz, ou seja, sua face reflexiva será a externa durante o dia e a interna durante a noite. O efeito espelhado tem um desempenho muito alto quanto ao bloqueio do calor, porém também não permite a passagem da luz. Geralmente é mais utilizado em edificações comerciais, principalmente em edifícios corporativos, e não é o vidro mais querido para residências.

O outro extremo é o chamado vidro de alta seletividade, que é um vidro cujo tratamento químico lhe permite um alto desempenho tanto em relação ao bloqueio do calor, quanto na passagem de luz natural. Este tipo de vidro permite o melhor conforto térmico sem que se perca a transparência e neutralidade do vidro.

Para um desempenho ainda melhor (obviamente aumentando o custo) pode-se utilizar o sistema de vidro insulado, ou “vidro duplo”, que conta com duas folhas de vidro com uma camada de ar desidratado entre elas. Com esse sistema é possível combinar tipos diferentes de vidro, aproveitando as vantagens de cada um, além de tirar proveito da camada interna de ar, que funciona muito bem no isolamento tanto térmico quanto acústico.

Para obras mais econômicas, uma opção é a utilização de vidros verdes. Eles bloqueiam parcialmente a passagem do calor sem muita perda na luminosidade. Não tem o mesmo desempenho que o um vidro de alta seletividade, mas apresentam uma boa relação custo x benefício.

Fachada Verde

Este sistema poderia fazer parte do item anterior (Fachada Dupla), mas é tão legal e tão adequado às atuais preocupações ambientais, que resolvi falar dele à parte.

Enfim, a fachada verde, ou jardim vertical, ou fachada jardim, é um sistema extremamente eficiente quanto a garantir o conforto térmico para a edificação, pois além de se comportar como uma fachada dupla, as plantas absorvem o calor da luz do sol e garantem um interior fresquinho naturalmente.

Podemos citar várias vantagens desse sistema, que vão desde a beleza até a eficiência, passando pelo baixo custo, a absorção de carbono, a contribuição com a microfauna e o prazer de cultivar um jardim ou (por que não?) uma horta. Existem várias maneiras de se fazer um jardim vertical e precisaríamos de um post só para isso (quem sabe em breve?)para tratar razoavelmente sobre o assunto. Mas, em geral, podemos adiantar que, exceto em grandes prédios que exijam grandes estruturas, não há necessidade de sistemas muito complexos, não é absurdamente caro e pode ser executado sem grandes intervenções em obras já prontas.

Como tudo nesse mundo, também tem suas desvantagens, mas acho que são pequenas em relação ao benefício, e podemos citar a manutenção das plantas e o combate a insetos… Nada muito diferente dos cuidados necessários com um jardim comum.

Uma solução muito mais simples para quem tem espaço para isso é simplesmente plantar uma árvore que, quando adulta, irá projetar sombra na casa. Precisa-se apenas estudar a posição correta e escolher adequadamente a espécie para que ela não traga transtornos futuramente. O único problema é que você precisará esperar a árvore crescer para se beneficiar da sua sombra. E vale lembrar que o ideal seria uma espécie de copa densacrescimento rápido e raiz pivotante.

? Dica útil: Se você mora numa região que faz frio no inverno, opte por uma árvore que possua folhas caducas (árvores que perdem as folhas no inverno). Assim, no verão ela protegerá a sua casa do sol, mas no inverno permitirá que o sol a aqueça.

 

Fonte: Alta Arquitetura

Fachada Dupla

Uma outra opção bem legal é a utilização de fachadas duplas que são, obviamente, fachadas com, digamos, duas camadas separadas, onde a primeira recebe a luz do sol e protege a segunda.

Nesse sistema, uma opção é utilizar a fachada dupla ventilada em vidro. É mais ou menos como um prédio normal envelopado por uma pele de vidro e com um sistema que permite que ar circule entre as duas fachadas.

poradmin

Desemprego fica em 13,0% em junho e atinge 13,5 milhões, diz IBGE

Informalidade ajudou população desocupada a cair pela 1ª vez desde o fim de 2014.

poradmin

Convite Especial – Curso de Aplicação de Películas Residenciais

Peça mais informações, Próxima Turma: 17 de Outubro

O Curso:
Curso de insulfilme no setor automotivo, residencial e industrial, visando uma correta instalação, uso de ferramentas adequadas, legislação e técnicas para para economia de materiais.

A Quem Destina:
Ao aluno que deseja ser um instalador de insul film, ao profissional da area automotiva oficina, profissional liberal que deseja agregar um novo conhecimento no seu portifoli.

Pre-requisito:
Não possui pre-requisito, apenas menor de 15 anos c/ autorização dos responsável legal seguido dos documentos de identidade RG e Comprovante de residencia.

Conteúdo Programático:
– Como cortar e aplicar economizando ao máximo
– Como modelar vidros ondulados, molhado e a seco com talco
– Técnica para limpeza perfeita
– Como sanar possíveis problemas e obstáculos
– Relação dos materiais e ferramentas para trabalhar com insul film
– Legislação e sugestão de preços (orçamento) para cada aplicação

Duração do curso:
8:00 horas com certificado de conclusão do curso.

poradmin

Conheça mais sobre os tipos de vidros serigrafados e esmaltados

Inovação e diversidade para a decoração sem esquecer a segurança

Na hora de elevar o nível de qualidade, estilo e segurança da arquitetura, os vidros serigrafados e esmaltados são as melhores escolhas.

Há muito tempo, o vidro deixou de ser um elemento funcional para se tornar a menina dos olhos de arquitetos, decoradores e designers de interiores no mundo inteiro. De tampo de mesa a fechamento de área, o material tem sido utilizado de maneiras diferentes, graças à sua elegância e versatilidade.

Qualquer ambiente, residencial ou corporativo, pode aproveitar os benefícios que o vidro oferece, principalmente, os específicos para decoração. É o caso dos vidros serigrafados e esmaltados, cada vez mais presentes em diversos projetos arquitetônicos. E abaixo, reunimos informações úteis sobre esse tipo de vidro.

Modernidade e estilo

Grande sucesso entre arquitetos e decoradores, os vidros serigrafados e esmaltados também são considerados vidros de segurança.

O processo de fabricação possibilita obter alguns tipos de cores e desenhos, fazendo com que se adaptem tanto a estilos arquitetônicos mais clássicos quanto a decorações mais inovadoras.

O processo de fabricação dos vidros serigrafados e esmaltados

Esse produto é fabricado a partir de uma lâmina de vidro (incolor, verde, cinza, bronze e extra-clear) esses vidros são pintados com esmaltes cerâmicos (tintas vitrificadas) e, em seguida, submetidos a 700ºC de temperatura em um forno de têmpera, para que o esmalte se funda à estrutura do vidro. Tratam-se, portanto, de vidros de segurança temperado.

Beleza e segurança

Os vidros serigrafados e esmaltados são muito utilizados como alternativa aos jateados, pois oferecem excelente custo-benefício e sem perder as características estéticas. A tinta é aplicada em uma das faces do vidro e esse lado não fica brilhante e sim fosco.

Na construção civil e na arquitetura, o uso mais comum é em divisória, revestimento interno e externo, janela, porta, tampo de mesa, guarda corpo e box de banheiro.

Versatilidade, diversas possibilidades estéticas e muita inovação. Por esses motivos, os vidros serigrafados e esmaltados para decoração e arquitetura são opções bastante modernas e estilosas.

Conheça mais sobre os tipos de vidros serigrafados e esmaltados, Conheça mais sobre os tipos de vidros serigrafados e esmaltados, Conheça mais sobre os tipos de vidros serigrafados e esmaltados, Conheça mais sobre os tipos de vidros serigrafados e esmaltados

 

 

 

Fonte: Vidral

Visite nossa Página no facebook